Posts

Ar-Condicionado Inverter e todas as suas Vantagens – Clima Electric

Todos nós sofremos muito com o calor excessivo, principalmente no verão. Em alguns casos, é até perceptível uma queda em nosso rendimento no trabalho. Para resolver este e outros problemas, foram inventados alguns aparelhos. Desses, o mais famoso e desejado é o aparelho de Ar-Condicionado.

Quando os instalamos em nossas casas, às vezes, dá vontade de ficarmos refugiados no quarto curtindo sua brisa refrescante. Porém, existem algumas preocupações, relacionadas principalmente ao consumo de energia e ao impacto ambiental.

Essas preocupações desaparecem quando conhecemos os Ares-Condicionados Inverter. Eles apresentam uma série de vantagens quando comparados aos Modelos Comuns. Conheça esse aparelho que conquistou a todos!

Principais características da linha Inverter

Os aparelhos Inverter ganharam destaque por serem capazes de atingir  rapidamente a temperatura desejada e mantê-la constante. Esse recurso evita os picos de energia, que ocorrem quando ele liga e desliga automaticamente.

Fonte: Portal WebArCondicionado

Ele consegue controlar a rotação do compressor, que opera com velocidade de rotação variável. É esta a grande diferença que faz com que o modelo Inverter seja um aliado da economia.

Um dos seus diferenciais, é o tipo gás refrigerante utilizado nesses tipos de aparelho: o R410A. Esse fluido também é conhecido como “gás ecológico”, pois não agride a camada de ozônio.

Outras características do Ar-Condicionado Inverter:

  • Dependendo da marca e do modelo, a economia de energia desse tipo de aparelho pode chegar a 60% em relação aos Modelos Comuns.
  • O ruído gerado pelo aparelho Inverter é menor quando comparado aos Aparelhos Tradicionais. Isso ocorre devido àquela sua capacidade de fazer o compressor opere em baixa rotação quando a temperatura estabiliza.
  • O sistema Inverter é uma tecnologia recente e nem todos os fabricantes produzem esses aparelhos. Isso faz com que eles sejam um pouco mais caros que os modelos convencionais. Porém, essa diferença de preço é compensada a médio/longo prazo, devido à economia na conta de luz.

Veja alguns ótimos comparativos entre o Ar-Condicionado Convencional e o Inverter:

Fonte: http://www.abepro.org.br/biblioteca/TN_STO_214_267_28340.pdf

Fonte: http://www.abepro.org.br/biblioteca/TN_STO_214_267_28340.pdf

Como você viu, ele apresenta uma série de vantagens em relação ao Modelo Comum. Essas vantagens se dão a uma série de fatores relacionados ao seu funcionamento. Veja a seguir.

Como funciona o Ar-Condicionado Comum

De maneira resumida, o processo de climatização do ar acontece na passagem do ar pela serpentina da evaporadora. Esse componente fica localizado na parte interna do equipamento, onde se encontra também o fluido conhecido como Gás Refrigerante.

Ele refrigera ou esquenta o ar de acordo com a temperatura que foi escolhida pelo usuário. Depois disso, o compressor faz o ar circular dentro do aparelho e o devolve já climatizado ao ambiente. Entenda melhor:

  • O ventilador interno suga o ar do ambiente, fazendo com que ele passe por um conjunto de serpentinas no compressor do equipamento.
  • Em seguida, essas serpentinas utilizam o fluido refrigerante para climatizar o ar de acordo com a temperatura definida.
  • O ar entra pela evaporadora e passa novamente pelas serpentinas, depois é soprado de volta para o ambiente.
  • Esse ciclo se repete inúmeras vezes até que se atinja a temperatura escolhida.
  • Dentro do aparelho de Ar-Condicionado, está localizado o termostato. É ele quem mede a temperatura do ar. Quando percebe que o ar do ambiente já atingiu a temperatura programada pelo usuário, ele desliga o compressor.
  • Na etapa seguinte, o aparelho mantém apenas a ventilação, para economizar energia e estabilizar a temperatura.
  • Quando a temperatura do ambiente começa a variar novamente, o compressor é acionado e o todo este processo se repete.

O grande problema dessa repetição constante são os picos de tensão gerados. É isso que causa o excesso de consumo de energia dos aparelhos de Ar-Condicionado Tradicionais.

‘Fonte: HowStuffWorks.com

Depois de ler este texto, aposto que você já se sente um pouco mais refrescado. Graças a esses aparelhos, garantimos o conforto que nós merecemos. Portanto, opte pelos Ares-Condicionados Inverter, esses aparelhos incríveis que estão ao nosso alcance.

Conheça a Clima Electric, esta empresa certamente lhe ajudará a encontrar as melhores soluções. Abaixo você pode conferir um breve resumo sobre ela.

Fontes:
Portal WebArCondicionado
Komeco

Pague Verde

ebgesc

A Clima Electric atua no mercado como prestadora de serviços e assistência técnica em climatização desde 2009, além de também comercializar condicionadores de ar.

A Clima Electric possui duas unidades estrategicamente localizadas para atender todo o litoral Norte Catarinense, sendo uma situada na cidade de Itajaí e outra na capital, Florianópolis.

A empresa possui em sua equipe de colaboradores técnicos treinados e capacitados que garantem atendimento personalizado e eficiente.

Especializada em Ar-Condicionado, tanto residencial como predial, é reconhecida por seus clientes no quesito qualidade e confiança.

Conheça neste link todas as informações de contato da Clima Electric Climatização, empresa parceira do Catálogo Empresarial CREA-SC.

Matéria escrita por: Felipe Nascimento

PMOC agora é lei! Você está preparado? – Gelar Climatização

ebgesc

Fonte: PMOC online

A poluição é um dos maiores vilões para a saúde, especialmente tratando-se de doenças das vias respiratórias.

No entanto, tanto os proprietários quanto os usuários ainda não têm a devida preocupação com a qualidade do ar que se respira nos ambientes climatizados.

Esses ambientes, na maioria das vezes, não atendem às normas estabelecidas para que o ar produzido seja de qualidade para o frequentador.

E, o ar contaminado pode estar sendo absorvido pelo nosso organismo nas lojas, supermercados, escolas, hospitais, shoppings, clubes, igrejas e qualquer lugar fechado onde são utilizados os aparelhos de ar condicionado, sem sequer nos darmos conta.

Para uma maior segurança dos usuários, em janeiro de 2018 foi sancionada a Lei 13.589/2018, que torna obrigatório em todos os edifícios de uso público e coletivo, o PMOC.

Saiba mais sobre o PMOC na continuidade do nosso post.

 

Sobre o PMOC

O Plano de Manutenção, Operação e Controle já existe desde 1988, mas era apenas uma normativa do Ministério da Saúde.

O PMOC é um sistema que determina por meio de um regulamento técnico, os procedimentos básicos a serem cumpridos tanto na instalação, vistoria e manutenção de aparelhos de ar condicionados em estabelecimentos públicos.

E para se fazer cumprir essas normativas, em janeiro de 2018, o Governo Federal aprovou a Lei 13.589 que torna o PMOC uma obrigatoriedade.

 

Qual o objetivo do PMOC?

O Plano de Manutenção, Operação e Controle tem como principal objetivo garantir uma melhor qualidade do ar em ambientes climatizados de uso coletivo, por meio de uma manutenção rotineira e preventiva.

O programa estabelece medidas básicas no que se refere a vistoria e a manutenção de todos os sistemas de climatização do estabelecimento.

A medida tem por finalidade fazer com que os equipamentos, e todas as estruturas que fazem parte do processo de climatização de um estabelecimento, estejam livres de fungos, bactérias, ácaros e outros agentes nocivos.

O que refletirá na preservação da saúde dos ocupantes.

 

Como funciona o PMOC

O PMOC se constitui num conjunto de documentos onde constarão:

  • Todas as informações a respeito do local;
  • Informações do sistema de climatização;
  • Dados do responsável técnico;
  • Procedimentos e rotinas relacionados à manutenção e sua execução.

Dessa forma, todas as informações sobre as manutenções e procedimentos são registradas e os dados passam a fazer parte da documentação do sistema ficando disponível para o caso de fiscalização.

Resumindo, o PMOC é uma compilação de todas as informações sobre os procedimentos referentes ao estado de limpeza, conservação e manutenção dos sistemas de climatização.

 

Por que aderir ao PMOC?

O ar sujo lançado pelo ar condicionado pode conter inimigos invisíveis que ameaçam à saúde humana.

Dessa forma, aderindo ao PMOC, o proprietário do estabelecimento terá a certeza de estar fornecendo um ar de qualidade para os usuários do local.

Aderir ao Plano de Manutenção, Operação e Controle vai trazer outras vantagens, como:

  • Estar em cumprimento com a lei;
  • Permanecer isento de multas e complicações;
  • Maior vida útil dos equipamentos;
  • Economia de energia elétrica.
ebgesc

Fonte: Asbrav

 

Quem deve se enquadrar ao PMOC?

O certo é todo proprietário ou locatário de ambientes climatizados e de uso público elaborar um PMOC, independente da capacidade dos aparelhos.

No entanto, todos os ambientes coletivos que no somatório da potência dos aparelhos de ar condicionado ultrapassarem 60.000 BTUs terão que se enquadrar ao PMOC, ou seja, a elaboração do PMOC para estes estabelecimentos é obrigatória.

Penalidades para o não cumprimento

Lembrando que o não cumprimento da legislação, pode levar à multas que podem chegar a R$ 200.000,00 e pode ainda determinar o fechamento do ambiente.

ebgesc

Fonte: PMOC.online

 

Como enquadrar meu estabelecimento ao PMOC?

O melhor caminho, sem dúvida, é a contratação de uma empresa especializada que possua conhecimento e experiência em relação às normas exigidas, além de certificação para exercer a atividade.

Somente um responsável técnico registrado no órgão regulador poderá elaborar e implantar o PMOC .

Esse profissional será o responsável por:

  • Implantar e determinar os planos de manutenção necessárias;
  • Manter todo o histórico dos dados referentes aos procedimentos realizados;
  • Assinar o documento.

Vale ressaltar que o profissional deve ter sua ART, Anotação de Responsabilidade Técnica, registrada junto ao CREA, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

No documento assinado pelo técnico responsável constará:

  • A identificação do estabelecimento;
  • O número de pessoas que usam o ambiente climatizado;
  • A lista dos ambientes climatizados;
  • O total da carga térmica;
  • O tipo de atividade que é exercida no local e a periodicidade.

Enquadrar o PMOC no seu estabelecimento, além de fazer com que você fique legalizado, vai também mostrar que você é consciente e se preocupa com a qualidade do ar para os seus frequentadores.

E agora que você sabe que precisa enquadrar o seu estabelecimento a ele, conte com a orientação e garantia de qualidade da GELAR Climatização.

Fontes:
Planalto do Governo
Engeman

ebgesc

A GELAR Climatização é uma excelente opção quando o assunto envolve legislação e obrigações voltadas ao conforto climático.

Atuando em Blumenau e região, a GELAR Climatização oferece serviços de qualidade enquadrando seu estabelecimento ao PMOC e garantindo a todos os usuários que visitam seu ambiente conforto e segurança.

A GELAR Climatização mantém uma equipe de profissionais que garante a segurança e qualidade do ar, atendendo às normas estabelecidas no PMOC.

Acesse neste link todas as informações de contato da GELAR Climatização, empresa parceira do Catálogo Empresarial CREA-SC.

Matéria escrita por: Marlete Lopes

Refrigeração Manchester: PMOC é Lei e exigência a partir de julho

ebgesc

Em 04 de janeiro de 2018 o presidente da república, Michel Temer, sancionou a Lei 13.589, que regulariza a implantação do PMOC.

Agora é lei! Todos os prédios públicos ou privados precisam fazer a manutenção dos aparelhos de ar condicionado.

Todos os estabelecimentos passam, então, a ter que obedecer às normativas estabelecidas pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Se você ainda não regularizou a situação do seu estabelecimento e de suas instalações e quer entender como funciona o PMOC continue lendo nosso post, pois o prazo para regularização está se esgotando!

O que mudou?

A partir de julho todos os estabelecimentos com sistema de climatização, seja público ou privado, deverão estar inseridos no PMOC.

De forma resumida, a partir de julho, os prédios que têm aparelhos de ar condicionado terão que possuir uma espécie de certificado de manutenção, operação e controle dos equipamentos.

Toda a inspeção será feita periodicamente pela Vigilância Sanitária.

Compreendendo o que é o PMOC

Para que você consiga compreender a necessidade de aderir ao plano e de cumprir a Lei, é necessário que se compreenda o que é o PMOC.

O PMOC existe desde 1998 e serve como base de orientação do Ministério da Saúde para a instalação e manutenção dos aparelhos de ar condicionado.

Está incluso na Portaria MS n° 3.523/98 desse mesmo Ministério, citada no seu artigo sexto e serve como normativa. Agora é lei a ser cumprida!

Mas, afinal o que é o PMOC?

Usando as letras da sigla PMOC é um Plano de Manutenção, Operação e Controle.

É como se fosse um relatório e nele devem constar quando as verificações e correções técnicas precisam ser feitas e em quais pontos das instalações devem ocorrer as mesmas.

Além dessas informações, deve ser especificado nesse relatório:

  • O número de ocupantes de cada ambiente climatizado;
  • A carga térmica do aparelho;
  • O tipo de atividade que é desenvolvida no local.

Dessa forma, todas as determinações exigidas na Lei servem para garantir que o ar fornecido seja livre de qualquer tipo de contaminação.

O que devo fazer para implantar o PMOC?

A lei, então, obriga que todo estabelecimento em que haja aparelhos de ar condicionado, façam e estejam com a limpeza e manutenção em dia.

E a contratação de uma empresa especializada e responsável pela manutenção e limpeza geralmente é o indicado, já que só um responsável técnico poderá dar as orientações acertadamente.

Cuidados na implantação do PMOC

Somente um responsável técnico é quem poderá determinar a periodicidade em que se deve realizar a limpeza e como elas devem ser realizadas.

Também esse mesmo técnico orientará a análise do ar que deverá ser feita em laboratório semestralmente e, além disso, ser o responsável em assinar o relatório.

Mas, lembre-se que a empresa contratada deve conhecer e atender rigorosamente as exigências determinadas em lei na implantação do PMOC, pois só assim os técnicos contratados terão capacidade e conhecimento para elaborar e implementar com segurança o sistema na sua empresa.

Orienta-se que o profissional esteja registrado na ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) junto ao CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia).

Por que implantar o PMOC?

Além de deixar sua empresa ou seu estabelecimento legalizado, a implantação do PMOC vai fazer com que:

  • O ar produzido seja de qualidade;
  • Diminuição dos riscos de doença;
  • Menor custo com manutenções aleatórias;
  • Maior vida útil dos aparelhos;
  • Economia de energia elétrica

ebgesc

Também vai aumentar a produtividade, o conforto e a disposição de seus colaboradores.

A Lei é para todos

É importante lembrar que a Lei é aplicada para todos os estabelecimentos, sejam públicos ou privados, com carga térmica igual ou maior à 60.000 Btus, independentes de serem aparelhos splits ou os chamados de janela.

Nos estabelecimentos em que já existiam aparelhos de ar condicionado instalados antes da aprovação da lei, terão 180 dias a partir da promulgação para deixar tudo em dia.

Isso quer dizer que em julho, todos os locais com a carga térmica determinada, estarão sujeitos à fiscalização e multa.

Vale destacar que a multa para quem não estiver dentro das exigências do PMOC, pode chegar a R$ 200.000,00.

Agora que você conheceu o que é o PMOC e se conscientizou que a manutenção preventiva em equipamentos de ar condicionado, além de ser Lei, garante a saúde dos usuários e coloca o seu estabelecimento em condições legais, contate a Refrigeração Manchester e agenda uma visita para orientação!

Fontes:
Câmara dos Deputados
Engenharia e Arquitetura

ebgesc

A Refrigeração Manchester atua na cidade de Joinville desde 1996 e iniciou as suas atividades com apenas dois funcionários que na época prestavam assistência técnica para as marcas Eletrolux e BSH Continental.

Hoje, a Refrigeração Manchester tem um quadro de colaboradores composto de mais de 40 pessoas.

Fazem parte do seu quadro de colaboradores uma equipe de técnicos mecânicos que são especializados em manutenção de aparelhos de ar e os mesmos recebem treinamento das marcas que representamos.

Conta ainda com um engenheiro mecânico residente e devidamente registrado no CREA – Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura.

Em sua estrutura a empresa conta com uma frota de 17 veículos, com uma oficina técnica e  um estoque com mais de 30 mil itens para melhor atender seus clientes.

Conheça neste link todas as informações de contato da Refrigeração Manchester, empresa parceira do Catálogo Empresarial CREA-SC.

Matéria escrita por: Marlete Lopes

O passo mais importante para a climatização de ambientes que você precisa saber

No âmbito da engenharia e construção civil algumas áreas merecem cuidado e atenção. Um ambiente climatizado, por exemplo, não se limita apenas à instalação de aparelhos de ar condicionado, é preciso executar um Plano de Manutenção, Operação e Controle.

MAS PARA QUE SERVE O PMOC?

Acima de tudo: para garantir a qualidade da sua vida.

Além disso, serve para minimizar o risco potencial à saúde dos ocupantes devido à permanência prolongada em ambientes climatizados;

Para manter a qualidade do ar de interiores em ambientes climatizados e sua correlação com a Síndrome dos Edifícios Doentes relativa à ocorrência de agravos à saúde;

E, também, zelar a ampla e crescente utilização de sistemas de ar condicionado no país em função das condições climáticas.

MAS O QUE É ESSE PLANO?

O PMOC é necessário para as verificações e correções técnicas executadas em cada ponto do sistema de climatização. O número de ocupantes de cada ambiente, a carga térmica do equipamento e o tipo de atividade devolvida no local devem ser especificados para o correto funcionamento dos ambientes climatizados.

O PMOC É OBRIGATÓRIO?

Sim, o PMOC é obrigatório. E para obtê-lo é necessário um responsável técnico (Engenheiro Mecânico) para sistemas de climatização com capacidade acima de 60.000 Btus/h. Mesmo que esta capacidade seja atingida pela soma de pequenos sistemas/condicionadores de ar dentro de um mesmo ambiente.

QUAIS OS RISCOS EM NÃO TER O PMOC?

Prejudicar sua saúde.

Sem um plano bem definido você pode colaborar para  uma micro epidemia de doenças oriundas da má qualidade do ar (Síndrome do Edifício Doente) e prejudicar os ocupantes destes ambientes.

Outra consequência pode ser multado por não cumprimento da portaria 3.523 de 28 de agosto de 1998 em valores que podem chegar a R$ 200 mil.

Quark Engenharia é empresa cadastrada no CREA-SC que presta este serviço e que gentilmente nos forneceu estas informações. Você encontra mais detalhes e o contato da Quark no nosso Catálogo Empresarial.

Quer saber mais sobre o Catálogo Empresarial CREA-SC?

Entre em contato pelo telefone (48) 3031-3838 e solicite um consultor. Juntos somos mais fortes!