Reestruturação financeira da empresa: quais os impactos? – Amorim Pereira

Reestruturação financeira da empresa: quais os impactos? - Amorim Pereira

Fonte: IPOG

As empresas buscam constantemente reduzir despesas e custos e sabem que precisam investir nos bons profissionais para o sucesso da operação.

Além disso, cada dia fica mais difícil reter os bons profissionais, já que se destacam e, muitas vezes, a desmotivação e a falta de perspectivas os levam a buscar outras oportunidades.

Como resolver essas situações? E se os valores de despesas que podem ser cortadas fossem investidos nos profissionais que deseja-se reter?

A reestruturação financeira vem exatamente para atender a essas possibilidades, uma vez que existem formas de estancar despesas que não são obrigatoriedades do seu negócio e investi-lo em outros locais.

Nesse post vamos apresentar estratégias para que sua empresa consiga fazer uma reestruturação financeira e aplicar melhorias na diminuição de despesas e investimentos na equipe. Continue lendo e confira!

As despesas que podem ser eliminadas ou diminuídas

Talvez você não saiba, mas existem despesas que sua empresa paga e que podem ser eliminadas ou ao menos diminuídas.

Um dos grandes vilões que, por vezes, acaba passando despercebido são as taxas, contas e o custo do dinheiro que é cobrado pelos agentes financeiros nas mais diversas operações.

O que parece ser valores considerados irrisórios tornam-se um grande montante quando a visão deixa de ser individual e passa-se a observar o conjunto a longo prazo.

Os agentes financeiros cobram da sua empresa a emissão de boleto e duplicatas, taxas de cobrança, além de juros e despesas com relação aos empréstimos e negócios envolvendo adiantamento de recebíveis, bem como as famosas taxas administrativas e muito mais.

Se você for somar todos esses valores, verá que uma grande parcela do seu trabalho está indo para o agente financeiro que, além dessas cobranças, trabalha com o seu dinheiro se beneficiando e pagando muito pouco por isso.

Os profissionais que devem continuar em sua empresa

Reestruturação financeira da empresa: quais os impactos? - Amorim Pereira

Fonte: Lafs Contabilidade

Se, de um lado, evitar despesas desnecessárias pode ajudar na lucratividade, a retenção de talentos também é outro fator que colabora para o sucesso do seu negócio.

Muitas vezes, alguns colaboradores sentem-se deslocados, desanimados e até mesmo sem perspectivas com relação ao seu futuro profissional.

A falta de visibilidade e de visão de um bom plano de carreira é um problema para aquele que tem aspirações por um futuro melhor e promissor.

Os bons profissionais precisam ser valorizados, em termos de treinamentos e capacitação, além de precisarem de perspectivas com relação à carreira e possibilidades que possam alcançar.

Certamente sua empresa já sabe das dificuldades e dos custos na contratação e busca de profissionais capacitados para atender as necessidades do seu negócios. Toda saída de colaborador é um transtorno que envolve custos e riscos.

A resposta para evitar a rotatividade está em transferir os valores que atualmente sua empresa paga às instituições financeiras e outras despesas acessórias para a área de recursos humanos.

Como fazer isso de maneira correta e legal?

O mercado oferece serviços de qualidade para que esses ajustes possam ser avaliados e corrigidos.

A legalidade das operações é primordial para que essas medidas ocorram segundo a legislação pertinente e nada mais correto do que a contratação de especialistas na área jurídica para assessorar e colaborar com o desenvolvimento de uma consultoria financeira.

A contratação de um escritório de advocacia é o melhor caminho para os ajustes que podem ser realizados junto aos agentes financeiros.

Também é possível uma avaliação da gestão do custo e das normas trabalhistas, onde, muitas vezes, essas não estão sendo cumpridas da maneira correta, podendo vir a causar problemas futuros.

Os resultados da reestruturação financeira

Reestruturação financeira da empresa: quais os impactos? - Amorim Pereira

Fonte: Fundação Vanzolini

Na maioria das vezes, não enxergamos aquilo que está próximo de nós, não por negligência ou relapso, mas por falta de tempo e envolvimento com o cotidiano dos afazeres.

Um trabalho de consultoria realizado por profissionais especialistas, e tendo por base a legislação, oportuniza grandes mudanças e insere a empresa em um outro patamar profissional.

A redução das despesas com os agentes financeiros é legal e não só pode, como deve ser realizada, através de novos acordos e negociações com relação aos gastos, taxas e juros que podem estar sendo cobrados da sua empresa.

Revisão dos contratos, análise das despesas e taxas cobradas, além de uma avaliação da gestão trabalhista, fazem parte dos serviços que podem ser realizados por um bom escritório de advocacia.

A Amorim Pereira Sociedade de Advogados é a melhor opção para o desenvolvimento de um trabalho de reestruturação financeira para sua empresa.

Fonte:
Banco Central do Brasil
Ministério da Economia – Secretaria do Trabalho

 

A Amorim Pereira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia instalado na cidade de Florianópolis desde 2015, oferecendo ao mercado serviços nesse segmento, bem como consultoria, apoio e assessoria jurídica nas diversas áreas do Direito Privado.

Atendendo com ética, responsabilidade, transparência, exclusividade, segurança e técnicas inerentes ao bom serviço, o escritório oferece serviços de advocacia nas seguintes áreas:

  • Direito Trabalhista;
  • Direito Previdenciário;
  • Direito do Consumidor;
  • Direito Civil;
  • Direito Imobiliário;
  • Direito das Obrigações;
  • Direito de Contratos;
  • Direito de Família;
  • Direito das Sucessões.

Se sua empresa deseja desenvolver a reestruturação financeira e implantar uma gestão trabalhista, a melhor opção é a Amorim Pereira Sociedade de Advogados.

Conheça neste link todas as informações de contato da Amorim Pereira Sociedade de Advogados, empresa parceira do Cadastro Empresarial de Santa Catarina.

Matéria escrita por: Marlete Lopes

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *