Posts

Energia solar: acessibilidade e economia ao alcance de todos

Energia solar, a solução que economiza até 95% na conta de energia elétrica!

Fonte: Oliveira Energia Solar

O uso da energia solar tem crescido de forma significativa nos últimos anos por ser considerada fonte de economia financeira e sustentabilidade ambiental.

Apesar de ainda não ser tão popular quanto no exterior, já é comum observarmos o uso de placas solares em telhados ou terrenos gerando energia limpa e sustentável para atender as demandas de indústrias, comércios e residências.

O número de busca dessa solução vem em constante aumento, em 2018 o investimento em energia solar bateu recorde no Brasil, crescendo em torno de 407%.

Esse crescimento se dá devido aos valores atrativos e facilidades encontradas para o financiamento dessas soluções.

Nesse post vamos mostrar tudo o que você precisa saber sobre a energia solar. Continue lendo e confira!

Sobre o uso da energia solar

Segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), no Brasil existem mais de 108 mil unidades instaladas que utilizam os sistemas de placas fotovoltaicas para gerar sua eletricidade.

Esse número em dezembro de 2018 era de apenas 50 mil unidades, o que mostra que o consumidor busca por alternativas sustentáveis e econômicas e que o mercado está em franca expansão.

Esse crescimento é motivado por alguns fatores importantes, como:

Preços acessíveis para todas as classes sociais

Por muito tempo se pensou que instalar painéis solares era possível apenas para pessoas com alto poder aquisitivo, porque eles eram caros no seu início.

Hoje a realidade é outra e a verdade é que a tecnologia permite que os preços dos painéis solares sejam acessíveis para todas as classes.

Facilidade de financiamento

Para todo consumidor que deseja instalar sistemas de placas fotovoltaicas em sua residência, comércio ou indústria, é possível financiar via instituição bancária o valor e pagar mensalmente as parcelas.

É importante dizer que com o uso da energia solar, a conta de eletricidade pode ser reduzida em até 95%, o que por sua vez paga o valor das parcelas mensais e deixa o investimento ainda mais atrativo.

Outro ponto muito levado em consideração é que um sistema de energia solar tem vida útil de até 25 anos, o que faz com que todo o financiamento seja pago e a economia gerada pelos anos seguintes gere lucro.

Simplicidade na instalação

A facilidade e simplicidade da instalação dos painéis são fatores que têm contribuído para o crescimento do uso da energia solar.

Os painéis podem ser instalados em obras já construídas ou ser colocados em projetos de novas edificações e, para ambos os casos, é possível o financiamento.

Para a instalação das placas solares basta apenas a visita de um engenheiro eletricista para realizar um projeto inicial e a contratação de uma empresa qualificada para que o trabalho atinja o seu maior potencial.

A fornecedora da solução fará a análise técnica e verificará a área disponível para a instalação das placas, que podem ser fixadas no telhado, laje ou mesmo no terreno.

Vantagens em usar a energia solar

Se todos esses fatores motivam o crescimento do mercado, para o consumidor também há inúmeras vantagens.

A primeira é que se está usando uma energia limpa, renovável e sustentável, por isso, se contribui para a sustentabilidade do planeta.

Em termos financeiros, a instalação de placas solares reduz de forma significativa a conta de energia elétrica paga mensalmente à concessionária.

Inclusive, a energia excedente produzida poderá reverter em crédito para o consumidor.

Mas, além dessas existem outras vantagens que devem ser destacadas:

Retorno garantido

Investir em energia solar é certeza de retorno garantido.

O uso da energia solar, conforme já falado, pode gerar uma redução de até 95% na fatura mensal de eletricidade, dessa forma, mais ou menos em cinco anos o valor do investimento já se pagou.

Se comparada com soluções financeiras como poupança, CDB e outros investimentos de renda fixa, a longo prazo a energia solar é muito mais lucrativa.

Valorização do imóvel

Casas sustentáveis são a grande tendência do mercado imobiliário, por isso, investir em um sistema de placas solares vai fazer seu imóvel ser mais valorizado caso queira um dia vendê-lo ou alugá-lo.

Outra vantagem é que algumas cidades já oferecem desconto no valor do IPTU para edificações sustentáveis.

Mobilidade

A partir do momento que você instala um sistema de placas solares na sua casa, comércio ou empresa, ele é seu e pode ser retirado e adaptado em outro imóvel.

Necessitando apenas uma alteração do projeto inicial com o Engenheiro junto à Concessionária.

É possível ainda solicitar que a energia excedida produzida seja creditada em outras unidades.

Agora que você já sabe que também pode ter acesso à energia solar para contribuir na preservação do meio ambiente e economizar dinheiro, entre em contato com a Oliveira Energia Solar & Eólica e solicite um projeto de sistemas geração fotovoltaica para a sua casa, empresa, condomínio ou comércio.

Fontes: Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica – ABSOLAR, G1, UOL – Economia.

 

A Oliveira Energia Solar & Eólica está situada na cidade de Garopaba e atua há mais de 25 anos, confiando o respeito e a confiabilidade dos clientes.

A empresa conta com uma equipe altamente qualificada na área de energias renováveis, desenvolvendo sistemas de energia solar fotovoltaica e eólica.

A Oliveira Energia Solar & Eólica tem como objetivo proporcionar sustentabilidade e economia, atendendo às necessidades dos clientes com soluções renováveis, de qualidade e funcionais a preços acessíveis para todos.

Também orienta em relação aos parceiros para o financiamento do sistema solar que melhor se enquadra no orçamento do cliente.

Conheça neste link todas as informações de contato da Oliveira Energia Solar & Eólica, empresa parceira do Catálogo Empresarial CREA-SC.

Matéria escrita por: Marlete Lopes.

Aproveitar a água da chuva no inverno – Casa da Cisterna

 

 É um fato conhecido que no inverno costuma chover menos. Existe uma série de fatores ambientais e climáticos que determinam a ocorrência de chuva no Brasil e no mundo. Mas, para simplificar, esse menor volume de chuva se dá pelo fato de que, com as temperaturas mais baixas, há menos evaporação de água para formar nuvens e, portanto, menor precipitação.

Também não é novidade que há períodos em que a falta de chuva chega a causar problemas sérios em diversos locais, uma tendência que na verdade só tende a se agravar com o aumento da população nos centros urbanos, o desperdício de água potável, e a poluição dos rios e lagos que abastecem as cidades. Daí a crescente necessidade de se cuidar da água cada vez mais.

Quando se fala em poupar água, são diversas atitudes individuais e coletivas que podem fazer a diferença. Alguns exemplos práticos são: reduzir o tempo de banho, não deixar a torneira ligada ao escovar os dentes ou ensaboar a louça, dentre outros. E uma das mais eficientes medidas é o USO DE ÁGUA DA CHUVA.

Aproveitar a água da chuva diminui o consumo de água tratada e, consequentemente, desafoga a rede de abastecimento. Com essa melhor distribuição, a probabilidade de faltar água diminui consideravelmente. Além disso, usar Água da Chuva ainda traz economia na conta de água do usuário, que pode ultrapassar os 50%.

 

Água da Chuva no inverno

Como já dito, no inverno chove menos. Daí a necessidade de se aproveitar ainda mais essas ocasiões, e armazenar essa água para utilizá-la depois. Quando a chuva é frequente, fica muito mais simples captar a água, porém, quando os dias de chuva ocorrem menos, cresce proporcionalmente a necessidade de se manter atento a tais oportunidades.

 

Onde aproveitar a Água da Chuva

A Água da Chuva pode ser utilizada em diversas atividades do dia a dia, como: lavar calçadas, pisos e carros, regar plantas e atividades de jardim, nas lavadoras de alta pressão, na máquina lava-roupas, para resfriamento na indústria, nas reservas contra incêndio, descargas sanitárias e atividades de limpeza em geral.

Para isso, basta um sistema especial que capta a água, filtra e armazena em reservatórios próprios, as cisternas. Com uma cisterna de apenas mil litros é possível economizar mais de 50 mil litros de água por ano! Isso, em grande escala, ajuda a prevenir os problemas de escassez que podem ocorrer na estação mais fria do ano, além de trazer economia para o usuário.

Portanto, use Água da Chuva, seja consciente.

Conheça neste link todas as informações de contato da Casa da Cisterna, empresa parceira do Catálogo Empresarial CREA-SC.

Cerâmica Porto Galera: Uma empresa Sustentável

Cerâmica Porto Galera: Uma empresa Sustentável

Fonte: Cerâmica Porto Galera

Há décadas o homem vem observando que não cuidou como devia do meio ambiente do lugar em que vive.

O fato é que o excesso de lixo, a poluição e o uso desequilibrado dos recursos naturais deixou o planeta doente e comprometido para as gerações futuras.

A sustentabilidade está entre os temas mais presentes entre estudantes, ativistas, autoridades e empresários.

Principalmente no meio empresarial, hoje é comum vermos empresas serem reconhecidas pelas suas boas ações quando o assunto é ecologia e meio ambiente.

Mas, no post de hoje queremos mostrar uma empresa que inovou: a Cerâmica Porto Galera.

É a primeira cerâmica de cerâmica vermelha do Brasil a usar 100% de energia solar.

Continue lendo nosso post e veja que história inspiradora!

A importância da sustentabilidade

A sustentabilidade é um conjunto de ações e atividades humanas que tem como objetivo suprir as necessidades gerais do homem (como direito ao uso de água potável, respirar ar limpo, etc.) sem comprometer os recursos naturais para as futuras gerações.

Participar dessas ações é dever de todos!

Toda a população pode diminuir sua produção de lixo, reciclar os resíduos produzidos, ajudar na redução da poluição e,, usar os recursos naturais de forma equilibrada, o mesmo deve acontecer dentro de uma empresa, é a sustentabilidade empresarial.

Pode-se definir a sustentabilidade empresarial como a somatória de ações e atividades exercidas pela empresa que visam o desenvolvimento sustentável dela.

São ações que preservam o meio ambiente, como, por exemplo, a produção da sua própria energia.

Além de tornar o meio ambiente mais sustentável, essas ações trazem uma maior educação ecológica para a comunidade em que a empresa está inserida.

Com essa consciência, a Cerâmica Porto Galera inovou e passou a ser a primeira cerâmica de cerâmica vermelha do Brasil a usar 100% de energia solar.

Cerâmica Porto Galera: Referência como empresa sustentável

Cerâmica Porto Galera: Uma empresa Sustentável

Fonte: Olho Vivo Can

Uma empresa sustentável é aquela que tem consciência dos impactos que suas atividades podem causar no meio ambiente e que, com isso, encontra maneiras para amenizá-los.

A Cerâmica Porto Galera tem como norma cumprir todas as exigências dos órgãos fiscalizadores ambientais em relação às suas atividades diárias, o que a torna uma empresa amiga da natureza.

Ela é modelo e exemplo dentro da comunidade em que está inserida, cuidando da sociedade em si, capacitando e valorizando seus funcionários e mostrando que é possível fazer diferente.

Foi com esse pensamento que, desde abril de 2019, a Cerâmica Porto Galera tornou-se a primeira cerâmica vermelha do país a produzir toda a sua energia por meio de fontes renováveis (o Sol).

Pioneira em instalação de placas solares

Cerâmica Porto Galera: Uma empresa Sustentável

Fonte: Olho Vivo Can

Pensando em deixar um planeta melhor para o futuro, a Cerâmica Porto Galera tem sua energia 100% produzida por meio da captação solar, um projeto pioneiro no Brasil.

O sistema de placas solares capta a radiação solar e transforma-a em energia limpa que é usada para abastecer toda a empresa.

Todo o excedente de energia produzido é devolvido para a concessionária e pode ser utilizado em caso de períodos com muita chuva, quando houver necessidade.

Quanto mais empresas e consumidores usarem a energia solar, menor será a necessidade de construção de novas hidrelétricas e consumo da água para geração de energia elétrica, o que é um avanço enorme na prevenção ao meio ambiente.

Assim trabalha a Cerâmica Porto Galera, uma empresa que valoriza a sustentabilidade e participa efetivamente da preservação do meio ambiente.

A Cerâmica Porto Galera é uma empresa que agrega valores por meio de trabalho e responsabilidade, participando ativamente do bem comum da comunidade em que está inserida e da preservação meio ambiente.

Visite a empresa e conheça o seu projeto pioneiro!

Fontes:
Sebrae
Olho Vivo Can

 

Cerâmica Porto Galera: Uma empresa Sustentável

 

A Cerâmica Porto Galera tem sua sede em Canelinha, cidade próxima da capital catarinense.

Atuando na área de construção civil, seu legado é trabalhar com responsabilidade, capacitando e valorizando seu quadro de funcionários para garantir alta qualidade nos produtos fabricados.

A alta qualidade é sinônimo de satisfação dos seus clientes.

A Cerâmica Porto Galera é uma empresa de valores: profissionalismo e eficiência em tudo o que produz e responsabilidade em tudo que faz.

A empresa alia a sua tradição no mercado com a tecnologia para oferecer o que há de melhor no segmento.

A Cerâmica Porto Galera oferece:

  • Tijolos à vista;
  • Blocos de vedação;
  • Elementos vazados;
  • Capas para muros e lajes;
  • Plaquetas para revestimentos cerâmicos;
  • Canaletas.

Conheça neste link todas as informações de contato da Cerâmica Porto Galera, empresa parceira do Catálogo Empresarial CREA-SC.

Matéria escrita por: Marlete Lopes

Energia Solar: sustentabilidade e retorno financeiro – Oliveira Energia Solar

Energia Solar: sustentabilidade e retorno financeiro - Oliveira Energia Solar

Fonte: Oliveira Energia Solar

Por ser renovável e inesgotável, cada vez mais se ouve falar do uso da energia solar.

Seu uso está em alta, quer seja para o consumo sustentável e cuidados com o planeta, ou para a economia financeira de famílias e empresários.

Existem formas diferentes de captar a energia solar para uso e uma delas é por meio das placas solares, ou do sistema fotovoltaico.

Esse sistema pode produzir energia suficiente para o funcionamento de uma casa, o que de imediato trará uma significativa redução no valor da conta da concessionária que abastece a residência.

Mas, muitas pessoas ainda pensam que a energia solar é muito difícil de ser implementada por ser custosa e ter um investimento muito alto.

Também há quem pense que a manutenção é muito cara e que o retorno não existe ou é demorado.

No nosso post, vamos mostrar que todos podem usar a energia solar, sem precisar de altíssimos investimentos, sem complicadas manutenções e com retorno do valor investido mais rápido do que se pensa. Ficou interessado? Continue lendo!

Sobre as placas solares

Energia Solar: sustentabilidade e retorno financeiro - Oliveira Energia Solar

Fonte: Oliveira Energia Solar

As placas solares têm vários outros nomes:

  • painel solar,
  • placa de luz solar,
  • painel solar fotovoltaico.

Esses painéis são dispositivos que captam a energia do Sol e convertem em energia elétrica para uso no ambiente em que elas estão instaladas.

As placas geralmente são instaladas nos telhados dos imóveis, podendo ainda serem colocadas nos mais diversos lugares, até mesmo no solo.

Embora sejam práticas é preciso contar com a orientação de um profissional para o projeto e instalação, para que tudo funcione corretamente.

Como elas funcionam

Os painéis solares instalados no telhado captam a energia do Sol e todo o processo acontece por meio do chamado efeito fotovoltaico.

A energia do Sol captada pelas placas é levada até o inversor.

Esse equipamento é o agente responsável em fazer a conversão da energia solar captada, levando-a para a rede elétrica.

Dessa forma, ela fica disponível para o uso dos moradores da casa, diminuindo até 95% do valor na conta da energia elétrica paga para a concessionária.

Economia e sustentabilidade

Energia Solar: sustentabilidade e retorno financeiro - Oliveira Energia Solar

Fonte: Notícias e Negócios

A economia que as placas solares promovem tem dois papéis fundamentais:

Ajuda na sustentabilidade do planeta e na diminuição do valor da conta paga mensalmente para a concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica da sua cidade.

Por isso, a instalação dessas placas é um dos investimentos mais viáveis no momento e em pouco tempo se percebe a economia gerada.

Facilidade e praticidade na manutenção

A manutenção das placas solares, bem como dos demais equipamentos que compõem o sistema, é fácil e prática.

Assim como as telhas, as calçadas e os toldos, as placas solares também juntam poeira e parecem estar velhas, mesmo que não sejam.

O ideal é sempre que você perceber ausência de chuvas por longo período ou que sua placa está com poeira acumulada, providenciar uma lavação dela, para que não haja interferência na captação da energia do Sol.

O processo de limpeza é prático e, na maioria das vezes, basta apenas um pano e água, mais ou menos a cada 4 meses. Se a sujeira estiver muito difícil para ser retirada, pode ser usada uma escova de cerdas macias.

Cuidado, nunca use qualquer produto abrasivo!

Pequenos cuidados garantem a durabilidade

As placas solares são altamente duráveis e com pequenos cuidados é possível manter a vida útil delas.

Alguns fabricantes chegam a dar entre dez e doze anos de garantia para as placas e cinco para os inversores.

Se na região em que a placa estiver instalada tiver a presença constante de pássaros, principalmente os pombos, é preciso ficar atento, uma vez que eles podem levar excessos de outras sujeiras para o local.

Se a placa for instalada em imóvel localizado na praia, por exemplo, há no mercado um produto específico, de preço bem acessível, para usar na proteção das placas contra a oxidação.

Como você pôde observar a manutenção é fácil e prática e com esses cuidados simples todo o sistema tem uma vida útil e longa.

O retorno do investimento é garantido

Quem investe em energia solar está valorizando o seu imóvel, uma vez que imóveis sustentáveis são bem procurados e valorizados no mercado imobiliário.

Também, ao investir em energia solar, você está comprando um ativo de alto retorno.

O rendimento de um investimento em energia solar é mais alto que o da renda fixa, com isso, em pouco tempo o retorno é garantido.

Agora que você descobriu que energia solar é possível para você também, acesse a página da Oliveira Energia Solar & Eólica e economize até 95% na sua conta de luz.

Fontes:
Oliveira Energia Solar
Abril Exame

Energia Solar: sustentabilidade e retorno financeiro - Oliveira Energia Solar

A Oliveira Energia Solar & Eólica atua no mercado há 27 anos. Sua sede é no município de Garopaba, no litoral sul do estado de Santa Catarina.

Em 1992, no surgimento da empresa, ela atuava apenas no ramo de monitoramento eletrônico de alarmes 24h com serviços de viaturas próprias.

Com o passar do tempo, com o sucesso do empreendimento e com a moderna tecnologia, a Oliveira Energia Solar & Eólica ampliou sua rede de atuação no mercado.

Hoje a empresa atua na área de energias renováveis, com sistemas de energia solar fotovoltaica e eólica, oferecendo aos clientes serviços e produtos de alta qualidade e garantia de satisfação.

Conheça neste link todas as informações de contato da Oliveira Energia Solar & Eólica, empresa parceira do Catálogo Empresarial CREA-SC.

Matéria escrita por: Marlete Rodrigues

Energia solar: Usos e investimentos – Elektsolar

ebgesc

A energia solar está gradualmente mais presente na nossa vida. Em apenas um ano o número de casas com energia solar aumentou 10 vezes!

Grande parte desse fato se dá ao fato do custo da instalação de painéis fotovoltaicos ter caído 50% no ano de 2017.

Se você quer saber mais sobre a energia solar e como ela pode ajudar na economia, continue lendo nosso texto!

Necessidade de sustentabilidade

Estamos cada vez mais conscientes sobre nosso consumo desenfreado e sobre o impacto ambiental que ele tem.

A produção de energia elétrica no Brasil, por exemplo, é feita em maior parte por meio da energia hidrelétrica e energia térmica.

Ambas têm grande impacto ambiental, já que para a construção de uma usina hidrelétrica é necessário a barragem da água, o que acaba separando espécies, atrapalhando a reprodução dos animais e até mesmo extinguindo alguns animais e flora.

Porém, o grande problema se encontra na energia térmica, já que a base da produção dessa está na queima de combustíveis, o que acaba gerando muito gases poluentes.

Estima-se que a principal emissão de gases poluentes vêm das usinas termelétricas, o que nos mostra a importância desse tipo de geração de energia ser extinta ou ao menos reduzida ao máximo.

A SEEG Brasil disponibiliza em tempo real a quantidade de energia produzida no nosso país e qual a porcentagem de cada produção.

Há alguns anos atrás a energia hidráulica era responsável pela produção de cerca de 90% da energia, mas atualmente, corresponde a 72%.

Dessa forma, houve a necessidade de fazer uma mudança na produção de energia, com reabertura de três usinas termelétrica em 2017 para conseguir suprir o uso. Agora, cerca de 20% da produção da energia é feita por meio de usinas termelétricas.

Investimento em algo real

Como já mencionamos, o grande interesse na instalação de energia solar teve como consequência direta a baixa dos custos.

Além disso, a grande incidência de radiação solar atuante no território brasileiro, é o motivo pelo qual a tecnologia e os incentivos, nacionais e estaduais, avançam, para a criação de projetos que incentivem a instalação de energia solar tanto em grandes empresas quanto nas casas. O Espírito Santo, por exemplo, criou uma lei de incentivo fiscal à geração de energias limpas.

ebgesc

Dessa forma, a instalação de painéis fotovoltaicos fica com um custo menor e acaba valendo ainda mais em pena, seja para residências ou para empresas.

Normalmente ligamos a instalação de painéis fotovoltaicos a locais que contam com um grande gasto de energia elétrica, mas isso não é verdade! Pequenas empresas e até mesmo residências representam grande parte do comércio de instalação de placas fotovoltaicas.

Pensando em facilitar a vida de quem está considerando a instalação de painéis fotovoltaicos em casa ou na empresa, a WWF-Brasil em união com o Banco do Brasil criou um programa para ajudar na sua decisão.

O programa, chamado de calculadora fotovoltaica, ajuda a calcular a quantidade de placas necessárias, o espaço para a instalação e até mesmo qual será o investimento para você ou para sua empresa.

Perceba como utilizamos a palavra investimento, e é realmente isso!

A instalação de placas fotovoltaicas será um investimento a longo prazo, já que o valor irá, pouco a pouco, retornando para você por meio da diminuição do custo da energia elétrica e valorização do imóvel.

O melhor de tudo é que a energia solar ainda por cima é sustentável, então além de você estar economizando, ainda saberá que está ajudando o meio ambiente.

Ao contrário do que muitos pensam, a energia solar fornece conforto e comodidade, sendo possível você economizar, ser ecológico e continuar curtindo o conforto da sua casa.

Não esqueça de compartilhar esse texto com seus vizinhos, quem sabe vocês começam uma rede de energia solar no bairro?

Fontes:
Correio do Estado
Globo
Uol
Época Negócios
Monitor Elétrico

ebgesc

Fundada por profissionais graduados na Universidade Federal de Santa Catarina, a Elektsolar é conhecida nacionalmente por oferecer cursos e consultoria em energia fotovoltaica.

Localizada no Rio Tavares, em Florianópolis, a Elektsolar oferece cursos e treinamentos na área de Engenharia em energia solar fotovoltaica.

Os cursos e treinamentos são ministrados em todo o território nacional e contam com professores qualificados que tem como diferencial a produção de projetos de instalação de placas fotovoltaicas.

Conheça neste link todas as informações de contato da Elektsolar Innovations, empresa parceira do Catálogo Empresarial CREA-SC.

Matéria escrita por: Sarah das Neves

Blocos Cerâmicos e a Sustentabilidade – Cerâmica TupiGuarani

ebgesc

 

Você sabe qual é a relação entre os blocos cerâmicos e a sustentabilidade? Os produtos cerâmicos são a primeira escolha para projetos que procuram sustentabilidade. Ou seja, o uso do bloco cerâmico na construção civil pode ser um aliado do meio ambiente.

Os blocos cerâmicos emitem menos gás CO² na atmosfera, além de consumir menos água em relação aos blocos e paredes de concreto.

Aquecimento global

Ao construir uma casa de 36m² com parede de concreto, será emitido 12 toneladas de gás CO² na atmosfera. Mas se essa mesma casa for construída com blocos de cerâmica, lançará apenas 6 toneladas de gás CO². Quando construídas milhares de casas, a diferença é ainda mais surpreendente.

Consumo de água

Ao construir aquela mesma casa de 36m² com parede de concreto, 158m³ de água serão consumidas. Com um grande número de construções, como 12 milhões de casas, serão 316 milhões de m³ de água a menos no planeta. Se forem utilizados blocos de concreto, cada casa consumirá 71m³. Mas se você optar por blocos cerâmicos, serão consumidos apenas 25m³ de água para cada casa.

Ou seja, uma parede feita de blocos cerâmicos necessita de 65% menos água do que com bloco de concreto e 84% a menos que a parede de concreto.

Já as paredes com blocos cerâmicos têm impacto 66% menor na emissão de gases de efeito estufa que as paredes de concreto.

Além disso, os produtos cerâmicos consomem até 43% menos recursos naturais não renováveis que os produtos de concreto, e são 100% recicláveis.

Sabendo disso, podemos afirmar que é possível realizar construções de qualidade proporcionando todo conforto e ainda assim, preservar o planeta e seus recursos naturais.

Escolha a sustentabilidade. Escolha materiais cerâmicos. Escolha a Cerâmica TupiGuarani.

JH Calhas e rufos: Soluções para projetos de captação de água de chuva

ebgesc

Não há como negar que sustentabilidade é o novo ramo do mercado, consequentemente, ele não para de crescer.

Motivado pela conscientização ambiental e a necessidade de haver mudanças na forma de consumo, a sustentabilidade tem grandes vantagens para os usuários e para o meio ambiente.

Atualmente, muito se discute sobre a captação de água de chuva e houve até mudanças na Lei das Águas, que visa o melhor aproveitamento de águas pluviais.

As calhas e rufos são uma das alternativas para aproveitar essa captação. Quer saber como? Continue lendo nosso post!

A necessidade de poupar

Muito se fala sobre a necessidade de economizar água para evitar uma possível crise hídrica.

Mas, infelizmente, ainda não é feito tudo que deveria para economizarmos água.

Pequenas medidas como diminuir o tempo no banho, desligar a torneira para ensaboar a louça e até mesmo lavar o carro com um balde de água, podem e fazem uma grande diferença no consumo da água.

Mas, além disso, há outra medida que podemos tomar, que é o uso de água pluvial.

A chuva é um recurso natural gratuito que, na maior parte das casas e empresas, não é aproveitado.

Para haver a captação de água de chuva é necessário algumas adaptações, como a instalação de calhas e rufos de qualidade.

Criando o projeto de captação de água de chuva

Existem diferentes tipos de projeto para a captação de água pluvial e cada um tem um foco diferente.

Por exemplo, você pode fazer uma captação simples através de calhas e rufos e passar por uma rápida filtragem, armazenando a água coletada em uma cisterna que tenha um clorador.

É importante ressaltar que é necessário criar um sistema de filtragem onde seja possível jogar fora as primeiras águas da chuva que estarão sujas do telhado.

Também existe a opção de você investir em um projeto mais complexo, utilizando dois reservatórios. Um para a primeira água da chuva rejeitada e outro com uma filtragem mais fina e com a utilização de cloro para desinfecção.

Os reservatórios devem estar ligados a canos, direcionando para o local ou locais de uso.

Os projetos podem ser muito simples ou mais complexos, tudo dependerá de quanto você tem para investir.

Mas, independente do tipo de projeto que você escolher, será necessário haver a instalação de captadores da chuva. É necessário que as calhas e rufos escolhidos sejam de alta qualidade, otimizando todo esse processo.

Também é necessário investir em um bom filtro para que sujeiras e resíduos grandes, como folhas, não entupam o reservatório e encanamentos.

Mas, vale ressaltar que a instalação de um sistema de captação de água de chuva será realmente um excelente investimento, já que chega a diminuir cerca de 50% o consumo da água na sua casa ou empresa!

Como posso utilizar a água pluvial?

Como não podemos saber ao certo a procedência da água da chuva, por mais que haja a filtração e a desinfecção, a água captada não deverá ter uso potável.

Ou seja, você não deve beber, tomar banho, lavar as mãos, pratos ou talheres ou utilizá-la para lavar as roupas.

Mas pode ser utilizada em outras coisas que usualmente usamos água da rede, como lavar o carro e calçadas, regar o jardins e hortas e até mesmo para fazer limpeza doméstica.

ebgesc

Fique ligado na regulamentação

Independente do projeto de captação de água de chuva que você for montar, é necessário ficar ligado na regulamentação.

Você deve estar se questionando qual foi a razão de ter sido criada uma regulamentação, certo?

Por mais que achemos que a água pluvial é completamente limpa, isso não é verdade! A água da chuva pode estar infestada de bactérias ou até mesmo substâncias tóxicas, sendo necessário haver um maior cuidado com a captação.

Os documentos nacionais que não podem deixar de ser conferidos são:

  • NBR 15527,
  • ABNT NBR 5626:1998,
  • ABNT NBR 10844:1989,
  • ABNT NBR 12213:1992,
  • ABNT NBR 12214:1992,
  • ABNT NBR 12217:1994.

Portanto, entre em contato com uma empresa especializada nessa área, tenha certeza que o material, como calhas e rufos, é de qualidade, e invista nesse projeto que com certeza valerá a pena!

A JH Calhas e Rufos já participou de inúmeros projetos de captação de água de chuva e oferece calhas e rufos de qualidade para que você possa alcançar seu objetivo.

Fontes:
Sustertarqui
Temsustentavel
Licenciadorambiental

ebgesc

Há 7 anos, localizada em Palhoça, a JH Calhas e Rufos tem como missão solucionar a necessidade do cliente sempre prezando pela qualidade e eficiência.

A empresa possui uma equipe qualificada que está presente em todos os passos, desde a fabricação até a instalação do corrimãos, coifas, calhas, rufos, chaminés, exaustores, churrasqueiras e lareiras.

Vendedores estão disponíveis para fazer um orçamento no local da construção de forma gratuita e sem compromisso.

Saiba mais através deste link sobre a JH Calhas e Rufos, empresa parceira do Catálogo Empresarial CREA-SC.

Matéria escrita por: Sarah das Neves

Eu.Calipto Madeiras: Madeira Tratada – Uma opção resistente, segura e sustentável

Ainda relativamente desconhecida de grande parte da população, a madeira tratada em autoclave com CCA (arseniato de cobre cromatado) é há mais de oito décadas, uma alternativa durável, econômica e sustentável para uso geral na construção civil.

ebgesc

Seguro e eficaz, o CCA é aplicado na madeira utilizando a técnica de vácuo-pressão: após introduzir a madeira em um autoclave específico para o uso, é realizado um processo de vácuo inicial, e, ainda em vácuo, inicia-se a transferência da solução de CCA. Quanto totalmente submersas no produto, inicia-se a pressurização do vaso até a impregnação total da solução na madeira. O excesso de produto é então transferido para uso posterior, e um vácuo final garante a secagem das peças. Tal tratamento permite que a madeira consiga resistir entre 10 a 20 vezes mais tempo do que ela teria se não tivesse sido tratada.

ebgesc

Resistência e Durabilidade

Um dos grandes exemplos da durabilidade da madeira tratada são os postes de transmissão tratados com CCA, presentes em todos os tipos de solo e condições ambientais, e sempre com excelentes resultados de durabilidade e confiabilidade, não alterando inclusive a resistência mecânica da madeira.

O CCA usado no Brasil apresenta-se na forma de óxido, não reagindo ou corroendo conectores metálicos tais como pregos e parafusos. Também não se observa a formação de subprodutos que aumentem a condutibilidade elétrica.

Apesar de parecer contraintuitivo, a madeira é uma opção interessante em caso de incêndio, sendo capaz de manter suas propriedades mecânicas por mais tempo que o concreto, aço e alumínio: durante a combustão, forma-se uma camada carbonizada na superfície da madeira, que é 8 vezes mais isolante que a madeira natural. A transmissão de calor da madeira é 12 vezes menor que a do concreto, 250 vezes menor que a do aço, e 1.500 vezes menor que a do alumínio.

ebgesc

Sustentabilidade

Ao contrário da crença popular, o uso de madeiras tratadas provenientes de reflorestamento é uma atitude extremamente sustentável. Com a garantia de reflorestamento, ocorre a fixação de carbono através da fotossíntese, combatendo o efeito estufa. Além disso, ao permitir a maior durabilidade da madeira de reflorestamento através do tratamento em autoclave, reduz-se a pressão sobre nossas florestas nativas.

ebgesc

Ainda sobre o impacto ambiental do uso da madeira tratada, reproduzimos os dados comparativos entre postes de madeira, de concreto, de aço e de compósitos com reforço de fibras obtidos pela empresa AquaETer (Colorado-USA) publicado em abril de 2011:

ebgesc

NOTA: smog – (smoke=fumaça + fog=nevoeiro). Uso dos fatores de impacto (TRACE-2002) para calcular a formação potencial de smog a partir de descargas e expresso em g de NOx /m. eutroficação – (excesso de nutrientes em corpos d’água). Uso dos fatores de impacto (TRACE-2002) para calcular o potencial de eutroficação expresso em lb de nitrogênio. TRACE (EPA) – ferramenta usada pela EPA para a redução e determinação do impacto causado por produtos químicos e outros no meio ambiente.

Segurança

Preocupações com a madeira tratada com CCA derivam de uma confusão entre a madeira tratada e o próprio preservativo: apesar de, em solução, o CCA ser um material potencialmente perigoso, a madeira tratada com CCA não deve ser considerada perigosa uma vez que, após a fixação do CCA na madeira, ele se torna muito resistente à lixiviação. Há portanto, poucas limitações ao uso de madeira tratada com CCA. Em 2003, o Departamento de Saúde do Governo Australiano e a Autoridade Neozelandeza de Gerenciamento de Risco Ambiental afirmaram que “o peso das evidências atuais não suporta medidas como a proibição de uso futuro de madeira tratada com CCA ou substituição das estruturas atualmente em uso”.

Matéria escrita por: João Vitor Hess de Souza – Eu.Calipto Madeiras Tratadas

Conheça neste link todas as informações de contato da Eu.Calipto Madeiras, empresa parceira do Catálogo Empresarial CREA-SC.

Bibliografia:
SMITH, Stephen T. et al. Analysis of Benefits of CCA-Treated Wood. 19/03/2008.
ENHEALTH COUNCIL. Position on Copper Chrome Arsenate (CCA). Treated Timber Products. Disponível em http://www.enhealth.nphp.gov.au/
LEPAGE, Ennio. O CCA é a Solução Segura e Ambientalmente Correta para o Suprimento do Mercado de Postes.  Fevereiro de 2012.